Diálogos de Fronteira

Escrito por POLOIGUASSU. Postado em Educação

[Diálogos de Fronteira - Ciclo de Palestras e Debates]

Diálogos de Fronteira - Ciclo de Palestra e Debates

Foz do Iguaçu foi contemplada com mais um espaço de debates voltado à integração da América Latina: o “Diálogos de Fronteira”, que desenvolve uma série de encontros, palestras e discussões sobre assuntos contemporâneos, sempre voltados à temática da integração.

Em 2008 foi surgido da iniciativa coordenada pela Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) e Unioeste, com a parceria do Instituto MERCOSUL de Estudos Avançados (Imea), Centro de Saberes e Cuidados Socioambientais da Bacia do Prata, Escritório de Representação do Itamaraty no Paraná (Erepar) e Centro Internacional de Hidroinformática, da UNESCO, no primeiro ano, elencou 10 encontros e 17 convidados e cerca de 4.000 participantes.
 
Com a principal intenção de trazer a Foz do Iguaçu uma série de personalidades e pensadores das mais variadas áreas de atuação e conhecimento, possibilitando a acadêmicos e ao público em geral acompanhar palestras multidisciplinares de alto nível, os Diálogos se incorporam a outras iniciativas como a criação da Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila); o IFET (Instituto Federal de Educação) além do próprio PTI e da Unioeste, fazendo de Foz um novo pólo universitário, tecnológico e acadêmico.
 
Neste contexto, o Instituto Polo Internacional Iguassu agrega-se ao contexto dos “Diálogos” como mais um parceiro, uma vez que o objetivo dos diálogos vem de encontro às diretrizes e propósitos da instituição, no que tange fortemente a integração e a formação de massa crítica da região.
 
A localização de Foz do Iguaçu na Região Trinacional – uma tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina – faz da cidade um ponto estratégico para debates sobre temas relacionados à integração da América Latina. A “fronteira”, portanto, é entendida como um espaço de encontros, interseção e aproximação dos povos latino-americanos.

[Objetivos]

Contribuir para criar na região da trinacional um ambiente de reflexão crítica e diálogo inter e multidisciplinar sobre temas relacionados à integração regional, energias renováveis, inovação tecnológica, artes, cultura, educação, formação para o trabalho, inclusão social, ecologia política, biodiversidade, turismo e desenvolvimento sustentável; 

 
Estabelecer na região um ambiente multicultural favorável ao desenvolvimento de processos prospectivos contínuos, para avaliar o presente e pensar o futuro, gerando e oferecendo subsídios para a sociedade transfronteiriça formar opinião específica sobre seu destino, antecipando os impactos do seu desenvolvimento e identificando os padrões emergentes do comportamento social e dos mercados, para orientar a definição de estratégias regionais competitivas. 
 
Proporcionar aos integrantes da comunidade de aprendizagem criada em torno do PTI, aos alunos e professores da UNIOESTE, aos colaboradores da ITAIPU binacional e demais interessados, oportunidade de educação continuada por meio de palestras e debates sobre temas contemporâneos com intelectuais, pesquisadores e lideranças sociais de reconhecida credibilidade;
 
Oferecer aos palestrantes-convidados a oportunidade de conhecer in loco os principais programas, projetos e ações de responsabilidade socioambiental,
 
formação profissional e inovação tecnológica desenvolvidos na região pela Itaipu binacional e seus parceiros;
 
Atrair a atenção de intelectuais, pesquisadores e lideranças sociais proeminentes, do Brasil e do exterior, para o projeto de transformação de Foz do Iguaçu num pólo universitário e tecnológico, que se consolidará com a instalação da universidade da federal integração latino-americana (UNILA).

maiores informações: www.poloiguassu.org/dialogos