Foz promove a cultura da hospitalidade

Escrito por POLOIGUASSU.


Frentista José Aparecido Luiz - Foto Marcos Labanca

Promover a cultura da hospitalidade em Foz do Iguaçu. Esse é o objetivo do Programa Integrado de Educação Turística. Desenvolvido pelo Polo Iguassu, em parceria com a Gestão Integrada do Turismo e o Comtur (Conselho Municipal de Turismo), o PIET está sensibilizando moradores que têm contato direto com turistas, como frentistas, fiscais de trânsito e educadores.

O trabalho com frentistas começou na quarta-feira, 3, em postos de combustíveis localizados estrategicamente no corredor turístico. No total, essa ação deve envolver cerca de 150 colaboradores de dez estabelecimentos de setor ao longo das próximas semanas. Os funcionários recebem informações básicas sobre como bem receber os visitantes, além de material para usar no dia a dia.

O kit impresso tem um guia de bolso, de fácil uso, com a relação das atrações turísticas; telefones, sites e e-mails; distância do centro aos atrativos; horários de funcionamento, entre outras informações úteis.  Se precisar de um apoio, o frentista terá à mão o número do Teletur para indicar ao visitante. Cada profissional recebe ainda uma cartilha mais completa sobre turismo para auxiliar na sua formação.


Equipe do Polo Iguassu em posto de combustível - Foto Marcos Labanca

A diretora-executiva do Polo Iguassu, Fernanda Fedrigo, acrescenta que estão sendo deixados nos postos milhares de mapas para ser entregues aos turistas. “O turista precisa levar uma experiência positiva, precisa sentir-se acolhido. A hospitalidade de uma comunidade também é uma atração”, afirmou.

Bem-vindo –Para o frentista José Aparecido Luiz, o treinamento é muito importante porque muitas vezes é difícil parar o trabalho para buscar uma informação turística. “O guia de bolso e o mapa ajudarão a dar uma direção correta e objetiva para os motoristas e pedestres que diariamente buscam orientação. Ele fará o passeio com segurança e muito mais feliz”, informou.

Já Walter Venson, administrador de rede de postos e dirigente regional do Sindicombustíveis, destaca que o turista brasileiro tem o hábito de buscar informações turísticas em postos de serviços. Logo, a capacitação turística é bem-vinda, pois “estamos nas melhores esquinas das cidades e muitas vezes temos o primeiro contato com o visitante”.

Amplitude

Treinamento com agentes fiscais do Foztrans  - Foto Divulgação


O mesmo treinamento envolve outros setores estratégicos da cidade. O programa realizou uma oficina na última segunda-feira (1º) com 19 agentes fiscais do Foztrans (Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu). Já nos dias 30 de junho e 1º de julho, trabalhará com 200 educadores de escolas públicas. O PIET sensibilizará ainda motoristas e cobradores do transporte coletivo.

O Programa Integrado de Educação Turística é desenvolvido pelo Polo Iguassu, em parceria com a Gestão Integrada do Turismo, a Paraná Turismo e o Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e conta com o patrocínio da CVC. A ação permanente pretende tornar a hospitalidade do iguaçuense uma referência mundial, valorizando o bem receber e as boas práticas e descobrindo novas formas de acolher o visitante.