Alunos de escola municipal participam de atividades no Parque das Aves

Escrito por POLOIGUASSU.

PIET

Os alunos do quarto ano da Escola Municipal Lúcia Marlene Nieradka, da Vila Yolanda, tiveram uma experiência diferente na tarde desta segunda-feira (14). Eles foram os primeiros a participar do Programa Integrado de Educação Turística (PIET). Trata-se de um processo educacional, cujo objetivo é repassar às crianças, professores e comunidade, a importância da atividade turística para o município, em um contexto ambiental. O programa é desenvolvido com apoio da Secretaria Estadual e Municipal do Turismo e o local escolhido para a primeira atividade foi o Parque das Aves.

Os estudantes recebem em sala de aula, uma grande quantidade de informações sobre a cidade de Foz do Iguaçu e seus pontos turísticos e aspectos históricos. Depois disso, colocam em prática os ensinamentos, repassando aos turistas que visitam os atrativos. “Nós queremos também trabalhar com o turista a maneira de como se portar em uma cidade”, disse Rosa Maria Corbari Maccali, Diretora de Desenvolvimento da Secretaria de Turismo de Foz. Ela explicou ainda que os alunos realizarão uma atividade no final do ano, trabalhando o turismo de uma forma transversal, para avaliarem o quanto aprenderam com o programa.
 
Ao mesmo tempo, está sendo elaborado um diagnóstico para identificar a percepção da população das diversas comunidades, diante da ação do turismo e de sua importância e papel para a região de Foz do Iguaçu. A pesquisa para a realização deste diagnóstico foi aplicada em diversas localidades do Destino, inclusive nas escolas, entre professores e alunos envolvidos no Programa, facilitando a organização e o direcionamento das atividades de sensibilização para o turismo, objetivo do PIET.
 
Podem participar escolas municipais, estaduais e particulares, que estejam inseridas em um corredor turístico da cidade. Divididos em grupos de cinco alunos, orientações básicas sobre as aves eram repassadas por funcionárias do parque, e em pontos diferentes do trajeto, as explicações eram repassadas pelos próprios alunos aos turistas. A professora Jussara De Paula, orgulhosa pelos alunos mostrarem o que aprenderam, ressaltou a importância do trabalho desenvolvido. “É muito importante, pois os aproxima também dos familiares, e há uma troca de informações”, comentou.