• Inscrições Trilha Jovem Iguassu
  • Cartilha PIET - Faça o download
  • Notícias POLOIGUASSU
  • Destino IGUASSU
  • POLOSOCIAL
Widgetkit Slideshow

Portfolio

Conheça alguns de nossos projetos e ações.

Widgetkit Spotlight

Notícias

Aqui você encontra notícias sobre turismo, eventos, nossos projetos e muito mais.

Widgetkit Twitter

Twitter

Veja o que está ocorrendo no twitter! siga-nos em nossas redes sociais.

Widgetkit Lightbox

Platma

Quer juntar-se ao Platma? platma: perspectivas globais para responder a problemas globais ...

GRAMADO: Membros Afiliados da OMT realizam reunião oficial durante Festuris

De: Assessoria do Festival de Gramado

Além de ser a principal feira na geração de negócios para o turismo da América Latina, o Festuris mostra que já é uma ferramenta em potencial neste setor para o mundo todo. Aproveitando a ocasião, o diretor-executivo de Competitividade, Relações e Associações da Organização Mundial do Turismo (OMT), Márcio Favilla, convocou uma reunião com diversos membros afiliados a organização, para apresentar os planos para diversos setores e temas do turismo para o próximo ano.

Com a participação dos diretores do Festuris Marta Rossi, Eduardo Zorzanello e Marcus V. Rossi, representando a Marta Rossi & Silvia Zorzanello Feiras e Empreendimentos, afiliada a OMT, Favilla enalteceu a importância da pro atividade dos membros em seus diversos países, porque assim, as coordenadas da organização chegam com mais facilidade as empresas de interesse.

Um dos assuntos abordados pelo diretor, foi a “facilitação de viagens”, que envolve a uma formamais prática na hora dos vistos, uma otimização maior no tempo de espera em aeroportos e consulados, e que segundo ele, é um dos segredos para potencializar o mercado emissivo em todos os países: “Este tema é de demasiada importância para o turismo, e conseguimos neste ano apresentar novas ideias, e as dificuldades encontradas hoje, para os turistas viajarem, ao G-20, o grupo das principais potências mundiais”, ressaltou Favilla. Ele ainda lembrou que todos os chefes de Estado presentes nesta reunião entenderam e começaram a prestar mais atenção no setor turístico mundial, e o resultado que ele pode dar em todos os cantos do mundo.

Ou bandeira levada por Favilla em prol do turismo, é a menor cobrança de impostos na indústria turística. Quando, em muitos casos, obras que já pertencem a governos, e mesmo assim, os impostos são altíssimos em cima dos turistas. Segundo o diretor da OMT, os governos cobram demasiados impostos, e de contrapartida, não investem o necessário na própria indústria turística.

Outro assunto, ainda pouco abordado no setor turístico, dissertado por Favilla, foi o turismo jovem. Na opinião do diretor, esta é uma forma de turismo muito pouco explorada pelo potencial que tem: “Os jovens quando viajam, eles não gastam onde todos os tipos de turistas costumam gastar, e isto é uma forma de atingir muito mais pontos da economia de uma cidade ou região, e isso deve ser muito mais bem explorado”, finalizou Márcio.

Além destas abordagens, a reunião ainda teve em sua pauta assuntos como turismo urbano, sugestões para a inserção de novos membros afiliados, as publicações oficiais feitas pela organização, a força do turismo de eventos, a sazonalidade, a pouca exploração de eventos esportivos, com exceção para os megaeventos, entre outros assuntos. A próxima reunião com os membros brasileiros deve ocorrer em 2014, em Madrid, na sede da entidade.